Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2010

MeeGo. Fusão do Maemo e Moblin.

Imagem
A Intel e a Nokia juntaram-se para desenvolver o MeeGo. O MeeGo é a "fusão" dos projectos Maemo e Moblin.

O MeeGo será desenvolvido a pensar nos smartphones, netbooks, tablets, media players, TVs, etc... Os programas serão desenvolvidos em c++ e Qt. A ideia é quando os programadores criarem um programa para o MeeGo, o programa irá funcionar em várias plataformas, além disso, fica mais fácil portar os aplicativos para dispositivos com Symbian.

Numa primeira fase a arquitectura do MeeGo terá uma "User interface" para dispositivos móveis como "Handheld", e outra, com uma UI adaptada para Netbooks. Futuramente outras UI poderão ser criadas. Como por exemplo uma UI para In-Vehicle (adaptada para automóveis). Fabricantes de automóveis poderão utilizar o MeeGo para os seus sistemas de navegação e entretenimento. São várias as possibilidades do MeeGo.

As minhas expectativas com o MeeGo são elevadas, devido ao envolvimento de duas gigantes, Intel e Nokia, e ainda por…

Robô que roda Ubuntu

Uma empresa Japonesa (Fuji Soft Inc.'s) desenvolveu um robô com o nome de Palro, que roda Linux (Ubuntu).
Criado para fins educacionais e também para entusiastas, o Palro utiliza controladores escritos em C++, roda Ubuntu, e o código das suas bibliotecas é open source.
Muitos dos componentes do Palro são utilizados actualmente em netbooks.
Veja a lista de alguns dos componentes utilizados.

* Display de LEDs
* Microfone direcional (reconhecimento de voz)
* Sensores de pressão e distância
* Webcam de 3 MP (CMOS)
* Acelerômetro
* Bateria de íons de lítio de 7.4V/2,800mAH
* WiFi 802.11 b/g/n
* Porta USB
* Processador Intel Atom de 1.6GHz
* Memória RAM 1GB
* Disco SSD de 4GB

Veja neste vídeo o Palro em ação.



OpenShot 1.0

OpenShot 1.0
Finalmente um excelente editor de vídeo open souce para o Linux que é Fácil de utilizar, e o mais importante é estável.
Existem outros editores de vídeo para o Linux. Só que o grande problema é que a maioria deles não tem muita estabilidade. Você passa horas editando um vídeo e de um momento para o outro o programa "crasha" e você "perde" tudo. A solução que eu encontrei foi usar o Blender que também tem um editor de vídeo, e o melhor de tudo é a sua estabilidade. Ele não "crasha" como acontecia com todos os outros programas de edição de vídeo que eu já testei no Linux. O único problema do Blender, é a sua "curva de aprendizagem" longa.
O Openshot é relativamente recente. Mas no seu curto tempo de vida, ele evoluiu muito.
Foi por mero acaso que vi um vídeo no Vimeo anunciando o lançamento da versão 1.0 do OpenShot.



O video deixou-me curioso.
Foi então que decidi ir ao site do OpenShot. Confesso que no principio estava um pouco céptico. M…